3 erros que gestores cometem ao começar trabalhar home office.

às

    Nesse texto eu vou dividir com você 3 erros que gestores cometem ao começar trabalhar home office e se você começou a liderar equipes remotas agora, é bem provável que esteja cometendo algum desses erros.

    Se a gente ainda não se conhece, meu nome é Gustavo e em 2018 eu fundei uma fábrica de software 100% remota, chamada Wa Project. Nascemos baseado no conceito home office first. 

    Quando eu precisei me torner um líder a distância, aconteceram problemas que com os times presenciais isso não eram tão comuns e hoje vou compartilhar 3 erros que eu cometi quando comecei.

    Achar que o problema é a comunicação

    Antes de escrever esse texto eu fiz uma pesquisa, escrevi no google, “qual o problema mais comum nas empresas” e adivinha, encontrei a comunicação em quase todos os sites que abri.

    Todo mundo trabalhando no mesmo ambiente a comunicação já é um problema. Imagina agora essas pessoas trabalhando a distância.

    Tentei por diversas vezes bater na tecla comunicação com meu time e a solução definitiva para esse problema veio quando entendi que comunicação era apenas um sintoma e não uma causa raiz.

    Ache formas de reduzir a necessidade de comunicação. Por exemplo, criando processos. Essa é uma boa forma de tornar seu time mais organizado e dependendo menos de comunicação.

    Tenho certeza que se você melhorar a dinâmica de trabalho, vai perceber que os problemas que antes eram rotulados como falha de comunicação, começam a desaparecer.

    Tentar fazer microgestão

    Se você é aquele gestor que gosta de ver as pessoas chegando no horário, se incomoda quando vê alguém distraído durante o trabalho, já deve ter percebido que esse controle no home office é praticamente impossível.

    Ao invés de focar em horas trabalhadas, você deve focar em resultado. Defina metas e monitore quem consegue atingir os objetivos.

    Mas cuidado, deixar a microgestão de lado, não significa liberdade excessiva. Assunto para o próximo tópico.

    Oferecer liberdade excessiva

    Quando o foco passa ser na entrega, é natural que alguns itens como o horário de trabalho percam relevância, e aí pode ser cometido um erro.

    Excesso de liberdade se torna um problema quando o resultado não é atingido e se torna um problema ainda maior quando o gestor não percebe que a falha ocorreu por motivos não relacionados a dedicação do seu time. Disso pode surgir julgamentos equivocados e gerar uma série de outros problemas. 

    Estabelecer reuniões diárias para acompanhar o andamento é uma forma de estar próximo do time para entender as dificuldades. Ponto importante principalmente quando a cultura do home office está sendo formada.

    Gerir um time remoto é mais complexo do que gerir um time presencial, mas posso te assegurar que dominar a arte da liderança a distância é fundamental e te abre um leque de opções, principalmente para ter acesso a uma base maior de talentos na hora de contratar. Assunto para um próximo texto.

    Um abraço e não deixe de seguir a Wa nas redes sociais.


    Compartilhar:

      Leia também.

      3 dicas para otimizar a análise e desenvolvimento de sistemas na sua empresa.

      3 ideias para melhorar sua qualidade de vida no trabalho.

      Como um planejamento estratégico de TI pode otimizar os recursos da sua empresa.

      Em um cenário baseado no princípio da economia, que diz que os recursos são limitados e as necessidades do público (interno e externo) são infinitas,...